Imagens do site do Arquitecto Mário Duque

A Fábrica de Panchões lec Long é uma das inúmeras fábricas de panchões dispersas pela Ilha da Taipa, e que caracterizaram a actividade económica do Território. Enquanto as outras fábricas se distribuem pela ilha afastadas dos aglomerados, lec-Long localiza-se no limite noroeste do núcleo original da Vila da Taipa, desenvolvendo-se ao longo da Rua de Fernão Mendes Pinto o da Rua Direita Carlos Eugénio, o tendo como limite a Oeste a povoação de Chong Su Mei.
O antigo núcleo da Vila da Taipa situa-se na extremidade sudoeste da Taipa Grande, implantando-se já o recinto em aterros muito antigos e consolidados, que estabeleceram a ligação à Taipa Pequena. O recinto da Fábrica de Panchões ocupa uma área de aproximadamente 2ha, é separado da rua por um muro em alvenaria de tijolo rebocada, em que, no troço que confina com a Rua Direita, é possível observar janelas rasgadas e preenchidas por grelhas de tijolo. Este muro é interrompido por dois edifícios mais altos, que têm igualmente um peso visual de muralha, possuindo um grande valor urbano, pela força da sua imagem o pela definição que empresta ao principal eixo viário da Vila. lntramuros, esses dois edifícios e outros de menores dimensões, alguns dos quais são construções informais ou muito degradadas, definem um espaço de praça que marca a entrada.
A tipologia do recinto da Fábrica, caracteriza-se pelas casas da pólvora alinhadas ou agrupadas em conjuntos quadrangulares, compartimentados por grossos muros de taipa rebocada de secção trapezoidal, como elementos de protecção contra explosões ou incêndios. São de assinalar como elementos tipológicos, o reservatório, o canal de drenagem, e os pequenos tanques junto dos edifícios.

Em estado de degradação avançado, está planeada agora a sua recuperação.
Anúncios