Ana Maria Amaro (n. 1929), Professora Catedrática Jubilada ISCSP-UTL, Presidente do Instituto Português de Sinologia (criado em 2007) é umo sinóloga. Estuda a China há mais de 45 anos e a história de Macau há outros tantos.
Quanto à origem étnica dos macaenses, existem duas posições polares: de um lado, há historiadores (como Ana Maria Amaro) que defendem que as primeiras gerações de macaenses não foram “produto” da miscigenação entre homens portugueses e mulheres chinesas, mas sim com mulheres de outras etnias asiáticas (indiana, malaia, cingalesa…), enquanto que existem outros (como o Monsenhor Manuel Teixeira) que defendem precisamente o contrário.

Alguns livros (escreveu mais de uma dezena…):
Aguarelas de Macau : 1960-1970 : cenas de rua e histórias de vida : um olhar retrospectivo, um olhar de saudade
Alguns aspectos do artesanato em Macau, 1967
Jogos, brinquedos e outras diversoes populares de Macau, 1972
Filhos da Terra,
Introducao da medicina ocidental em Macau e as receitas de segredo da botica do Colegio de Sao Paulo,
O traje da mulher Macaense : da saraca ao do das Nhonhonha de Macau, 1989
Anúncios