Antes de passar a chamar-se “anuário”, o que de mais importante acontecia em Macau num determinado era resumido no “directório”.
O da imagem é de 1935 e ‘diz’ ser o 4º ano de publicação. No entanto, existem registos da sua existência desde, pelo menos, 1879.
Para além dos principais acontecimentos da vida do Território, foram também publicados anuários específicos relativos, por exemplo, da dados estatísticos sobre a população, comércio, turismo…
Anúncios