Herculano Estorninho, uma das maiores expressões do meio artístico macaense, nasceu a 1 de Abril de 1921 e é considerado um dos grandes pintores de Macau do século XX. A sua afeição ao mundo exterior está bem vincada na obra artística que deixou descrita pelo próprio, como “um dom de Deus”.
Os seus trabalhos estão representados nos quatro cantos do mundo. Em coleções particulares de Macau, França, Itália, Japão, Brasil, Timor Leste, Filipinas, Estados Unidos, Austrália, Suécia, Alemanha, Madeira e Portugal. Seus quadros estão expostos nos Palácios de Belém e de São Bento, em Portugal, e na Casa de Macau em Lisboa, que foi a primeira sala portuguesa a exibir os seus trabalhos, em Setembro de 1971.
Aos 73 anos de idade, passou para a eternidade. No entanto, a sua obra perdura no seio da cultura portuguesa. Fica a memória de uma “árvore” que – tal como as muitas que retratou na suas telas – “morreu de pé”.

Travessa Maria Lucinda, Macau
Serviços Meteorológicos (ainda na Guia)

Hercula Estorninho pintando

Anúncios