>

Secção estrangeira – A China e os portugueses de Macau
Macau, 10 (Fevereiro) – Como um sinal das relações de boa vizinhança entre os chineses por um lado e os portugueses de Macau e os ingleses de Hong Kong pelo outro, foi interpretada aqui a notícia pubicada pelo jornal comunista de Cantão ‘Takungpao’, segundo a qual, durante as solenidades do Ano Novo Chinês, que começam hoje, os chineses residentes em Macau e Hong Kong podem ir à China sem autorização especial, apenas apresnetando na fronteira os seus bilhetes de identidade. É a primeira vez, desde o estabelecimento do regime comunista, que esta facilidade é conhecida. (ANI).
NA: Reprodução integral da notícia (a imagem não se refere à notícia); para ajudar a contextualizar deixo alguns dados: a ANI era a Agência de Notícias e de Informações, tb conhecida por Agência Noticiosa de Informação, criada em 1947, em paralelo com a já existente Agência Noticiosa Lusitânia (1944); o regime comunista foi implementado na China em 1949.
Anúncios