>

Organizadas pelo Bi-Semanário “O Clarim” (nessa altura) pelo seu chefe de redacção, José Inocêncio dos Santos Ferreira realizaram-se, em Novembro de 1951, as primeiras Mini-Olimpiadas de Macau no Campo de 28 de Maio, hoje o Estádio do Canídromo.
Presidiu à abertura solene dos jogos, o então Governador, almirante Joaquim Marques Esparteiro e pela Comissão Organizadora o senhor Padre José Barcelos Mendes em representação do director de O Clarim, senhor Padre Maciel que se encontrava ausente em Portugal.
A cerimónia constou do hastear do pendão olímpico, da bandeira portuguesa e da do Leal Senado, acompanhada pelo hino nacional português, executado pela banda da Polícia de Segurança Publica.
Findas as primeiras solenidades, seguiu-se a parada de atletas com os estandartes dos respectivos clubes.
Participaram nesse evento desportivo as filiais de Macau do Sport Lisboa e Benfica e do Sporting Club de Portugal, o Clube Desportivo dos Portugueses de Xangai, o Hoquei Clube de Macau, o Clube Recreativo 1 de Junho, o Ténis Civil, o Ténis Chinês, a Associação de Ténis de Mesa de Macau e a Associação de Futebol de Macau; por parte dos estudantes, participaram delegações do Liceu Infante D. Henrique, da Escola Comercial Pedro Nolasco da Silva, do Colégio Yut Wa e do Seminário de S.Jose (externato.)
Alguns dos atletas que mais se distinguiram nos eventos.
Vista Porto Interior ca 1950
Gabriela Andrade:
A vencedora da prova de ciclismo para concorrentes femininos foi Gabriela Andrade, irmã do até há pouco presidente da Casa de Macau em Portugal, Álvaro Andrade. O percurso iniciou-se no Campo da Caixa Escolar, passando pela Avenida Sidónio Pais, pela Montanha Russa, Aquartelamentos militares de Mong Há, rua da Areia Preta e terminando no Campo Desportivo de 28 de Maio.
Foi uma vitória sensacional para Gabriela Andrade que envergava a camisola do Benfica, uma vez que teve de enfrentar uma forte equipa de ciclistas da comunidade chinesa que representavam os então denominados Serviços de Fazenda, hoje Serviços de Finanças.
José Pica (militar):
-vencedor na prova de vara.
Sargento Lacher (militar):
-Vencedor nas provas de salto em altura, triplo salto e salto em comprimento.
Fernando Nascimento (Benfica):
– Terceiro classificado na corrida de 100 metros livres.
Entre os Estudantes destacaram-se:
João dos Santos Hertaland (Escola Comercial) – Vencedor dos 60 metros livres e salto em comprimento;
Aureliano Assis (Seminário de S. José) Vencedor de salto em altura e terceiro classificado no triplo salto;
Os vencedores e classificados nas restantes provas:
Futebol: Final entre a Selecção da Comunidade Portuguesa e a Selecção da Comunidade Chinesa, com vitória da equipa portuguesa;
Hóquei em Campo: Renhido torneio cuja classificação ficou ordenada da seguinte maneira: Sporting, F.C. Porto e Benfica
Ténis: Vitória da selecção da comunidade portuguesa sobre a da comunidade chinesa. Alguns componentes da comunidade portuguesa: Humberto Rodrigues, José Boyol, Alexandrino Boyol(pai), António Melo e Alberto Pacheco Jorge; alguns componentes da comunidade chinesa: Lei Pou Tim, Lok Cheung e Lam Tim Kuan.
Ténis de Mesa: Os atletas da comunidade chinesa, Vong Seac Tim e Alberto Ló, venceram, superiormente os representantes portugueses Raul Rosa Duque e Augusto Gonçalves. Saliente-se que Vong Seac Tim, mais tarde, partiu para Pequim para fazer parte da equipa de treinadores da Republica Popular da China enquanto Alberto Ló seguia para Lisboa para ser integrado na equipa do Benfica, onde teve a supremacia do ténis de mesa português durante anos.
Raul Rosa Duque e Augusto Gonçalves representaram Portugal no Torneio Internacional de Ténis de Mesa em Bombaim, India.
Bilhar: A Selecção da comunidade portuguesa, chefiada por Henrique Braga, venceu a selecção chinesa.
Estafeta: 4X100:
1º Associação dos Portugueses de Xangai.
2º Sporting, composto por atletas africanos que correram descalços.
Estas Olímpiadas de 1951 foram um enorme sucesso em Macau, sendo eleitos como os três melhores atletas: Francisco Mazo (Paco), que há poucos anos faleceu no México; Herculano Rocha (Jesico), que reside em Macau e Henrique Leach, residente na Califórnia.
Artigo de Henrique Manhão publicado no Jornal Tribuna de Macau.
NA: Existe outro post sobre este tema que inclui imagens(basta utilizar o motor de pesquisa para aceder).
Anúncios