>

Em Março deste ano (2010) um conjunto de documentos históricos de grande valor guardados na igreja da Sé, a sua maioria em português e latim, foram classificados pela Unesco como património na lista da MOWCAP, programa “Memórias do Mundo” na região Ásia-Pacífico.
A vasta colecção de documemtos da Igreja Católica de Macau data de 1550 a 1800 e narra as primeiras incursões dos jesuítas no Território.
Entre os arquivos agora classificados contam-se registos oficiais, correspondência pessoal, livros, diários, certidões de baptismo, casamento e óbito dos séculos XVI a XVIII.
Abre-se assim uma janela de oportunidade para historiadores se debrucarem sobre os arquivos e, quem sabe, reescrever a história de Macau.
O material ainda não está disponível para consulta pública mas, uma das consequências desta classificação da Unesco, será a obrigatoriedade da digitalização dos documentos e a consequente disponibilização para consulta pública.
interior da igreja do Seminário de S. José
Anúncios