>

Santo António de Lisboa foi “soldado em Macau desde que houve presídio (1623) e Capitão da Cidade desde 1780, por decisão do Leal Senado”. Era o LS que lhe pagava o soldo anual. Durante muitos anos realizou-se uma cerimónia que assinalava o facto com grandes pompas e honras militares mas foi perdendo fulgor com o passar do tempo. Era mais um “militar português em serviço activo na protecção da Cidade do Nome de Deus na China”. Mesmo depois da retirada do contingente militar português de Macau no final de 1975, como recorda o Coronel Armando Cação, que tenho vindo a citar no livro “Unidades Militares de Macau”, houve um militar português que continuou ao serviço e a receber soldo do Leal Senado, Santo António de Lisboa. Pelo menos até 1999!…
Imagens cedidas por João Carion
Anúncios