>

Ponto mais elevado do Território: 92 metros. Um dos locais mais aprazíveis da cidade no início do século XX. Por esta altura é aberta a primeira estrada que permite o acesso de carro. O parque com fins de lazer é de 1883. Ainda hoje existe. Neste parque, encontra-se a Fortaleza da Guia, construída em 1637-1638, a ermida de Nossa Sra. da Guia, de 1632, e o Farol da Guia, construído em 1865, no tempo do governador Coelho do Amaral.
Este local era considerado bastante afastado do centro histórico e era visitado especialmente aos fins de semana. Em redor fciavam algumas casas de veraneio, as chácaras ou vilas. Geográficamente está numa posição muito provilegiada. Vista sobre todo o território em 360 graus.
Casa de Silva Mendes e Farol da Guia onde para além do dito onde durante muito anos funcionaram os serviços de meteorologia o monte, propriamente dito, era o grande ‘pulmão’ da cidade, sendo que foi graças à replantação de espécies no local que isso aconteceu no final do século XIX. Antes  a utlização intensiva da madeira para fins domésticos dizimou quase por completo as espécies ali existentes. Nos anos 20 era um dos pontos mais bonitos de e para se ver Macau.
É um marco da presença secular dos portugueses, inicialmente edificado para defesa e protecção da cidade, sendo o primeiro farol de tipo ocidental a iluminar os mares do Sul da China. A seu lado fica a bonita ermida dedicada a Nossa Senhora da Guia. No complexo da fortaleza existe uma rede de túneis, que atravessam a colina em várias direcções, e que no tempo em que foram construídos, serviriam para protecção da população de ataques antiaéreos, ao mesmo tempo para refúgio das várias corporações militares.
Cerca de 1952 iniciou-se a demolição faseada deste edifício (que começou por ter a designação de Militar, sendo o de cariz civil o de S. Rafael) para dar lugar à construção de um outro (tb de forma faseada) no mesmo local; ficou pronto em 1958 e iria durar até cerca de 1987 quando, mais uma vez, de forma faseada, e no mesmo local, foi construído um outro hospital.
Vista da Fortaleza do Monte sendo ainda bem visível o sistema de muralhas que dividia e defendia a cidade; fica no cima da Colina de S. Paulo do Monte. Ficou pronta em 1626. Durante décadas a fio era a residência do 1º Capitão/Governador do Território, D. Francisco de Mascarenhas, que a tomou aos jesuítas (mas isso é outro história…); Teve várias utilizações ao logo dos séculos. Começou com fins religiosos, ganhou utilização de soberania e cariz militar, foi depósito de munições, albergou os serviços de meteorologia até à decada de 1980, altura em que aqui foi construída a sala de visitas para turistas e residentes: o Museu de Macau.
Anúncios