>

O lançamento do livro “Macau nos Anos da Revolução Portuguesa 1974-1979”, da autoria do Antigo Aluno Garcia Leandro (94/1950), terá lugar no dia 10 de Março, pelas 18h30 no auditório do Centro Científico e Cultural de Macau, na Rua da Junqueira, nº 30, em Lisboa. O evento será presidido pelo General Ramalho Eanes e a obra apresentada pelo Doutor Almeida Santos.
Segundo João Paulo Meneses no jornal “Ponto Final” “neste livro Garcia Leandro terá oportunidade de revelar a sua versão relativamente a diversos factos que, do seu ponto de vista, não têm sido apresentados de forma correcta. Interessante, para os historiadores que se interessam pela história contemporânea, será confrontar, por exemplo, aquilo que o antigo governador escreveu com o que o historiador e investigador Moisés Silva Fernandes tem publicado sobre esse período.
O papel de Garcia Leandro à frente do Governo de Macau, hoje muito elogiado, foi nesses anos seguintes à Revolução um pouco polémico. É ele quem tem de lidar com a Revolução em Macau e com os objectivos de uma facção militar que pretendia outras soluções políticas. Almeida Santos, precisamente, já contou um episódio tenso que então se viveu em Macau e o tenente-general não deixará de o abordar neste livro.
“Não são as minhas memórias, são factos fundamentados em documentos que dão conta de muitas coisas que são ainda desconhecidas. Será uma história de Macau nesse período de grande agitação política em Portugal com muitos factos não conhecidos”, disse Garcia Leandro em 2009 à agência Lusa. “Deixar este livro escrito é uma das coisas mais importantes que tenho para fazer, é daquelas coisas que se tem que fazer antes de morrer”, disse na mesma entrevista.
Antes de ter sido nomeado governador do território, para fazer a transição com o último governador escolhido por Marcelo Caetano (Nobre de Carvalho), Garcia Leandro já tinha muita experiência no então Ultramar (Angola, Guiné ou Timor). Depois de regressar manteve-se sempre atento ao desenvolvimento de Macau e ocupou postos relevantes, em Portugal e no estrangeiro.
Nos últimos anos, Garcia Leandro tem estado ligado ao ensino superior, leccionando em diversas escolas. É curador e administrador da Fundação Jorge Álvares. Este é o seu primeiro livro, mas alguns textos seus, nomeadamente sobre Macau, podem ser encontrados em colectâneas.
Informação adicional aqui http://macauantigo.blogspot.com/2009/04/mfa-enviou-garcia-leandro-macau.html
Anúncios