>

A propósito de http://macauantigo.blogspot.com/2011/06/adivinhas-populares-maquistas.html – ‘Adivinhas Populares Maquistas” – recebi de um leitor a seguinte nota que a seguir transcrevo. Diz Carlos Lemos que a adivinha nº 3 não tem a solução correcta de acordo com o que a avó lhe contou. No primeiro post a versão apresentada era esta:

Eu cô vôs,
Vôs cô eu,
Bulí, bulí
Chuchú na mêo.
Sã cuza? Sã: tranca
Segundo Carlos, a resposta correcta é ‘ linha e a agulha’ e não tranca. Assim, portanto:
Iou (agulha) co vos (linha);
vos (linha) co iou (agulha);
buli buli ( a linha que vai mexer)
e chuchu na meo (a linha e enfiada no buraquinho da agulha).
«Ora para quem não sabe, a adivinha pode ter outro significado (assim um pouco ‘sujo’) como o nosso Padre Mendes (do Seminário S. Jose de Macau) pensou. Quanto à historia das ‘rotadas’ (spanked by ratan stick) é o seguinte :
Escrevi num papelinho esta adivinha acima mencionada que a minha avó me ensinou quando eu tinha 8 anos. No dia seguinte levei esse papelinho para a escola (Seminario de S. José – Macau) e durante o recreio mostrei o papelinho a um colega (Manuel Basilio). Nesse momento aparece o Sr. Padre Mendes que tirou o papelinho da mão do Basilio. Depois de ter lido o que estava escrito, ele perguntou-me o que era. Respondi que era uma adivinha. O padre Mendes volta-se para mim e diz: “Vais adivinhar quantas rotadas é que vocês vão apanhar?” Depois de um curto silêncio, o Basilio respondeu: “Duas”. Apanhámos 5 rotadas cada um.»
Carlos (Naio) de Lemos
NA: Obrigado Carlos pelo seu contributo.
O colégio de S. José em 1962
Anúncios