>

Koon Nam Tea House, located at 126 Rua de Cinco de Outubro, was established in 1953. Its predecessor was Kam Long Tea Salon, whose sole proprietor was Mr. Lio Bak. Sustaining large losses, Liao had the creditor’s rights of the teahouse transferred, and Mr. Lei In Sek took over the business. Koon Nam Tea House was operated by two groups from Hong Kong -‘Koon Hoi’and‘Tak Nam’- and these gave rise to the name Koon Nam Tea House.
The Koon Nam Tea House operated for more than two generations but closed down in 1996 due to the sharp increase in the price of local real estate. Saddened by the closure, Mr. Chan Weng Lam hired more than 30 of the original employees of the teahouse and opened a restaurant called Koon Nam Him, which is now located on Avenida do Almirante Lacerda.
Text by IACM
Koon Nam na Rua 5 de Outubro 

A Casa de Chá Koon Nam, localizada no n.º 126 da Rua Cinco de Outubro, foi fundada em 1953. A sua predecessora foi o Salão de Chá Kam Long, cujo proprietário exclusivo era o Sr. Liao Bak. Sofrendo um grande prejuízo, Liao transferiu os direitos sobre a casa de chá para o Sr. Lei In Sek, que tomou conta do negócio. A Casa de Chá Koon Nam foi gerida por dois grupos de Hong Kong – os grupos Koon Hoi e Tak Nam – que deram origem ao seu nome.
A Casa de Chá Koon Nam funcionou ao longo de mais de duas gerações mas encerrou em 1996 devido ao rápido aumento dos preços da propriedade em Macau. Entristecido pelo encerramento, o Sr. Chan Weng Lam contratou mais de 30 dos empregados originais da casa de chá e abriu o restaurante Koon Nam Him, localizado presentemente na Avenida do Almirante Lacerda.
A arquitectura da Casa de Chá Kun Lam é muito similar à adjacente Casa de Chá Dai Long Fong. O edifício tem quatro andares, sendo que os três inferiores eram usados para o negócio enquanto o superior servia de dormitório aos empregados, para além de oficina. O dono era meticuloso quanto aos utensílios usados na casa de chá: em cada mesa havia um fogão de barro vermelho colocado sobre um pequeno estrado em cima do qual estava um bule de latão, para além de um escarrador ao lado de cada assento. Antes da casa de chá abrir diariamente, o pessoal fervia água usando uma grande caldeira, colocando os recipientes para cozinhar o dim sum no seu interior. Logo que a água e o dim sum estavam prontos, eram servidos aos clientes.
Os chás mais comuns naquela época incluíam os chás “Oolong”, “Shoumei”e“Puer”, enquanto que o pãozinho de porco assado (Cha Siu Pao) era um dos pratos mais populares servidos. Esta casa de chá oferecia ainda outras especialidades muito apreciadas como ovos salgados, dumplings de galinha, dumplings de peixe e de carne. No início do seu funcionamento, servia ainda pastéis tradicionais. Os festivais e ocasiões importantes eram motivo para a preparação de ricas especialidades tradicionais diversas, como Bolos da Lua por ocasião do Festival do Bolo Lunar, pudins por ocasião do Ano Novo Chinês e Bolos do Dragão e da Fénix para celebrar casamentos chineses.
Texto do site do IACM
Anúncios