>

O filme é de 2010 e permitiu-me ‘viajar’ até às décadas de 1930-40 (2ª Guerra Mundial – Guerra do Pacífico, precisamente o meu mais recente projecto sobre Macau).
Passa-se em Xangai, uma cidade repleta de particularidades naquela época, e retrata um período da história com ligações a Macau: a ocupação japonesa da China e a fuga de milhares de refugiados – a cidade tinha várias comunidades estrangeiras – para Macau.
Sinopse: Nos anos de 1940, apenas quatro meses antes dos ataques a Pearl Harbor, um americano viaja para a Xangai ocupada pelos japoneses (para além dos demais países que ‘ocupavam’ da cidade) e é informado que um amigo foi assassinado. Enquanto tenta solucionar os mistérios sobre a morte, acaba por se apaixonar por uma jovem e descobre que existem segredos ainda maiores do que aqueles que seu governo está escondendo. Declarada a guerra entre Japão e EUA em Dezembro de 1941, os protagonistas abandonam Xangai rumo a… Macau (a referência vem quase no final do filme) à semelhança do que aconteceu com milhares de pessoas nessa época e não só provenientes de Xangai.
Este filme começou a ser planeado em 2008 e esteve para ser rodado na China (a pré-produção chegou a ser feita lá). Os cenários no valor de milhões de euros já estavam prontos quando em cima da hora as autoridades chinesas recusaram a autorização. Hong Kong e Macau foram tidos como alternativa mas as filmagens acabaram por decorrer na Tailândia e em Inglaterra.